Descubra seu público-alvo
- Enfrentando crises sem choro nem vela.


Como descobrir o seu público-alvo


Dica 7:


Para a definir seu público-alvo e o objetivo de marketing:

1 -
Público-alvo: Refere-se ao grupo específico de consumidores com características em comum que a empresa deseja atingir. É essencial para direcionar estratégias e campanhas de marketing.

2 -
Segmentação de mercado: O processo de dividir o mercado em grupos com perfis semelhantes, como idade, gênero, escolaridade e estilo de vida. Isso ajuda a identificar o público-alvo ideal.

3 -
Marketing de nicho: Foca em atender às necessidades de um público-alvo específico, em vez de tentar alcançar a todos. É uma estratégia eficaz para empresas com recursos limitados.

4 -
Persona: Representação fictícia do cliente ideal, com base em dados demográficos, comportamentais e psicográficos. Ajuda a entender melhor o público-alvo.

5 -
Comportamento do consumidor: Estuda como os consumidores tomam decisões de compra, considerando fatores como motivações, preferências e influências externas.

6 -
Análise SWOT: Avalia os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças relacionados ao público-alvo e ao mercado em geral.

7 -
Pesquisa de mercado: Coleta informações sobre o público-alvo, concorrentes e tendências para tomar decisões informadas.

8 -
Jornada do cliente: Mapeia as etapas pelas quais um cliente passa, desde a descoberta até a compra. Ajuda a adaptar as estratégias de marketing.

9 -
Estratégia de posicionamento: Define como a empresa deseja ser percebida pelo público-alvo em relação à concorrência.

10 -
Comunicação direcionada: Refere-se à criação de mensagens específicas para o público-alvo, considerando suas necessidades e interesses.

Para definir o público-alvo de uma empresa é necessário saber antes qual o seu objetivo de marketing. Você pode criar uma empresa apenas para aproveitar uma data específica ou criar uma empresa para durar a vida toda e deixar de herança para seus sucessores.

Por exemplo, você pode abrir uma empresa apenas para vender ovos de chocolate na véspera da Páscoa ou pode abrir uma Ferreiro Rocher ou uma Kopenhagen e durar muitos anos.

Além de levar em consideração suas próprias expectativas, o empresário deve realizar uma pesquisa de mercado a fim de conhecer as expectativas do público-alvo do mercado onde pretende atuar. Quanto mais as expectativas da empresa e seu público-alvo forem atendidas através de produtos ou serviços, maiores serão as chances de sucesso.

A interseção dos interesses da empresa com os interesses do público-alvo cria uma zona de lucro. Quanto maior for a área de interesse comum, maior serão as chances de sucesso.

Convém lembrar que tão importante quanto pesquisas de mercado é o feeling do empresário. Por exemplo, na década de 60, se a Mary Quant realizasse uma pesquisa de mercado para lançar a minissaia talvez ela não fosse adiante, pois a tendência da moda na época apontava para outra direção.

Em poucos anos, Mary Quant abriu 150 filiais na Inglaterra, 320 nos EUA e milhares de pontos de venda no mundo todo. A butique Bazaar, que Mary Quant abriu com o marido na famosa King’s Road, em Londres, se tornou o símbolo de vanguarda dos anos 60 e 70.

Em qualquer caso, fazer pesquisas ajuda sempre. Mesmo que o empresário tenha feeling a pesquisa poderá ajudá-lo a testar sua ideia a fim de evitar maiores riscos ou prejuízos.

O método escolhido para a pesquisa mais indicada, assim como a correta interpretação dos resultados é fundamental. Nessa hora a ajuda de um bom consultor de Marketing é importante.


Continue lendo: - Como enfrentar a crise sem choro nem vela!


Leia outros artigos de Carlos Martins

Já fez seu Teste Vocacional hoje?

© 2024
www.carlosmartins.com.br  
Compartilhe / Ajude a divulgar o site